Skip to content

SWU – Dia 10

novembro 10, 2010

Teatro Mágico

Lá veio o primeiro show e a expectativa era alta! A verdade é que o som da banda foi bem apreciado pela galera presente e a energia passada pela banda era muito positiva como habitual.

Vale citar ainda, que banda soube entrar no espírito do evento e jogou para a galera, uma grande bola de plástico do Green Peace.

Destaque negativo para a duração do show que foi de aproximadamente meia hora.

Jota Quest

Naaaaaaaa nana nanaaaaaaa…. Nana nanaaaaaaaaa nanaaaaaaaaaaa…..

Sublime with Rome

Muitos esperaram esse show graças aos clássicos dos anos 90 e a verdade é que a banda atingiu as expectativas.

O show começou um pouco morno com músicas não tão conhecidas, até que foi passando para os grandes hits, finalizando com o maior sucesso da banda: “Santeria”.

O destaque aqui fica por conta da voz bizarramente igual do atual vocalista em comparação com o antigo.

Regina Spektor

Se existisse um prêmio “a mais fofinha da noite”, ele definitivamente ficava com essa simpática canadense.

Apesar de não conhecer o repertório desta tímida cantora, aos poucos ela foi conquistando o público com seu jeitinho peculiar e com músicas na melhor toada pop/girly/romântico.

É válido dizer que acompanhado com o fim de tarde e começo da noite, o show teve uma toada que caracterizou um verdadeiro festival com todos curtindo a gostosa playlist selecionada pela cantora.

Joss Stone

Você já quis casar com alguma cantora? Eu quero com ela depois desse show!

Ignorando o frio que já tomava conta do público, Joss Stone apareceu no Palco Água por volta das 20h num belo vestido longo e com um visual de tirar o fôlego! A cantora demonstrava a sua familiaridade com o palco estando até mesmo descalça durante todo o show.

Com uma grande equipe de músicos, com destaque para os backing vocals, a lindíssima loira estonteante (alguém sentiu o tamanho do amor?) invadiu o espaço com o seu vozeirão e fez um show que ficava entre o dançante e o “curtir abraçadinho”.

Não podia deixar de citar o tamanho da simpatia dessa menina, a qual incluiu fazer mais da metade do show com a bandeira do Brasil amarrada ao pedestal de seu microfone.

Valeu e muito!

Otto

Vi só um pedaço do show, mas tenho que admitir que cara tava pilhadãoooo! E a galera tava acompanhando. Para quem curte, tenho certeza que o show valeu a pena.

Dave Matthews Band

Aqui é o ponto da discórdia. Infelizmente, apesar de curtir algumas músicas, a banda não me convence como um todo… e falo isso como quem os viu tocar ao vivo pela 2ª vez.

De qualquer maneira, tenho que colocar que os fanáticos curtiram muito e para mim o show teve seu valor com o excêntrico baterista que disparou alguns solos realmente gratificantes.

Fica a dica também, que a banda é simpática e claramente curte muito tocar por aqui.

Kings Of Leon

Com certeza um dos shows mais esperados da noite pelo público e não deixou nada a desejar!

Depois de abrir o show com uma música X, a banda encaixou “Molly Chambers” como segunda canção e a partir daí, o pula pula começou.

A banda não interagiu muito com o público, mas nas poucas vezes que o fazia era simpática.

O destaque do show, diferente do que todos esperavam, não foi “Use Somebody”, mas sim “Sex on Fire”, a qual contou com MUITA animação do público que cantava parte do refrão com o vocalista e no final da música arrancou um entusiasmado: “Wow, that was awsome, guys!”

(Fotos e vídeo virão depois devido a problemas técnicos)

Bjs e Abs,

P.

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: