Skip to content

Dinheiro, Sexo e Macacos.

dezembro 20, 2011

Keith Chen, é um jovem economista de Yale. Economistas sempre querem saber como funciona a cabeça dos seres humanos. Como o homem gasta seu dinheiro, como um aumento de preço impacta nos gastos dos consumidores etc. Isto pode ser um pouco complicado de prever, principalmente porque os seres humanos podem nao ser sinceros ao falar de seus gastos e preferências, por isto, Chen resolveu fazer alguns testes com macacos.

Basicamente, o que Chen fez foi colocar sete capuchin monkeys dentro de uma gaiola, chamada de communal cage e, em anexo com esta gaiola maior, existia tambem uma menor, chamada de experimental cage. A razão para se ter a gaiola menor é simples: alguns veterinários acreditavam que ao isolar os macacos, voce manteria intocável sua índole pura e seus instintos animais.

O experimento era simples, Chen dava uma moeda para o macaco na jaula menor, e ao mesmo tempo oferecia uma comida qualquer (doce, de preferência, pois capuchin monkeys amam açucar!). Demorou, em média, 6 meses para que todos os sete macacos entedessem que se voce desse uma moeda, voce poderia comprar comida. Ou seja, eles passaram a compreender o valor do dinheiro. Após isto, Chen passou a oferecer opções diferentes de comida para os macacos, ou seja, quando o macaco tinha uma moeda, ele poderia escolher apenas uma comida dentre três oferecidas na gaiola. O mais impressionante foi que os macacos responderam racionalmente e expressaram suas preferências ao longo do tempo. Por exemplo, Felix (um dos sete macacos), sempre comprava pequenas gelatinas, quando elas estavam disponíveis para venda.

Mas como os economistas são, em sua maioria, sociopatas, Chen resolveu complicar a vida dos pequenos macacos e dobrar o preço da comida favorita de cada macaco. Bom, se você é apaixonado por maçãs, e da noite para o dia o preço vai de R$ 1 para R$ 2, voce provavelmente responderia racionalmente ao choque no preço das maçãs. Portanto, voce ainda compraria as maçãs, porém em menor quantidade, e sua cesta de consumo teria um maior número de outros tipos de comida que são relativamente mais baratas. Por incrível que pareça, foi exatamente que os macacos fizeram.

Como sempre, a economia, por mais controlada que seja, nos surpreende… Em um dia qualquer, quando Felix recebeu sua cestinha com as doze moedas diárias para a compra de alimentos, ele simplesmente arremessou a cesta, e consequentemente as doze moedas, em direção da gaiola maior. Como todos os sete macacos aprenderam o valor do dinheiro, o caos se instalou na communal cage. Todos os primatas estavam desesperados procurando as moedas. Para recuperar as moedas, Keith foi obrigado a  subornar os macacos com comida e até pensou que sua experiência tivesse chegado ao fim… Porém, ele viu algo que nunca imaginou, e provavelmente nunca desejou, ver em sua vida. Um macaco se aproximou de outro com uma moeda e após alguns grunidos… Sexo entre macacos!

Sim, Keith Chen observou pela primeira vez na história da ciência, o ato de prostituição entre capuchin monkeys. O mais impressionante nao é o fato de um macaco ter se vendido por dinheiro, mas sim o fato do macaco que se prostituiu, dez segundos após o sexo, ter ido até a gaiola menor para comprar comida.

Se até macacos entendem o valor do dinheiro, por que você continua pagando juros astronômicos para comprar, por exemplo, um carro zero? Pelo visto os humanos nao respondem racionalmente ao choques de preços da economia…

Caso queria ler o artigo completo sobre o experimento com o macacos, pode clicar aqui, ou aqui e até mesmo aqui.

Macacos de mordam Batman!

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: