Skip to content

Toscana em 3 dias

junho 19, 2013

Toscana

 

Para ir de Firenze para a Toscana existem duas opções, pegar ônibus e ir parando de cidade em cidade ou alugar um carro. É óbvio que tem chances do carro sair mais caro, porém acho que vale MUITO mais a pena, pois você tem uma liberdade excelente para se locomover de uma cidadezinha para outra.

Independente da opção que você escolha, vale a pena você escolher uma cidade para servir de base para você ir e vir das cidadezinhas todos os dias e não necessariamente precisa ser uma cidade turística, mas sim bem localizada.

No nosso caso, escolhemos Rapolano Terme e apesar da cidade em si não ter nada, valeu muito a pena por conta do hotel que ficamos.

Hotel: o hotel chamava-se Laticastelli e era fantástico. Os quartos faziam o estilo chalé e todos possuíam uma bela banheira, o que era excelente para relaxar, depois de dias inteiros caminhando de um lado pro outro. Destaque fenomenal para o restaurante do hotel, que além de um ótimo café da manhã, tinha um menu excelente no jantar (dica: peça o javali);

Image

Passeios

 

O ideal é fazer uma média de duas cidades por dia, pois assim você consegue conhecer legal e bem e sem um nível de correria desnecessária. Vou passar o que achei de cada cidadezinha e seus respectivos restaurantes (aqui não dá pra separar os restaurantes das cidades, então vou colocar no meio dos passeios).

Arezzo: a cidade em si não é tão bonita e a única atração era um museu medieval bem sem graça. Sinceramente, não recomendo, porém tenho que ser sincero que o fato de que estava chovendo com certeza prejudicou a visita.

Montealcino: essa cidadezinha já é bem simpática e super famosa por seu vinho, o Brunello de Montealcino. Você vai ver para vender Brunello em tudo que é canto, mas a minha dica aqui é gastar um pouquinho mais e fazer uma reserva para comer no Castelo di Banfi. O local é lindo com uma arquitetura incrível e que tem um museu de vidro lá dentro. O restaurante também é excelente e você pode optar pelo menu degustação ou menu regular. O desgustação funcionava da seguinte forma: eram 5 pratos e um vinho para harmonizar com cada prato, dos quais você escolhe 3. Valeu a visita e a graninha a mais que gastamos!

Dentro da cidades, não deixe de entrar na Fortaleza de Spalti e subir para ver a vista da cidade. Vale a pena!

Adega do Castelo di Banfi

 

Pienza: cidade de onde vem o famoso queijo Pecorino. A cidade em si é micro, com ruas estreitinhas e várias lojinhas e de verdade, foi uma das minhas favoritas. Não deixe de comprar alguns queijos nas lojinhas da cidades (existem mil tipos de sabores de Pecorino animais!), nem que seja para comer à noite no hotel, caso você não queira levar pra casa.

Lojinha de Pecorinos em Pienza

Monterrigioni: essa cidade possui um diferencial comparada com as outras, pois ela é inteiramente murada, ou seja, acaba parecendo uma grande fortaleza. A cidade em si é bem micro e turística e também vale visitar. A única coisa que não achei que vale a pena por lá é pagar para subir a muralha e ver vista, especialmente, porque a de Montealcino é muito mais bonita.

Siena: essa sem dúvida foi a minha cidade favorita da Toscana. Ela é ligeiramente maiorzinha que as demais e com MUITAS ladeiras, portanto prepara-se para caminhar. Quando estiver por lá, almoce na Piazza del Campo, que é uma praça central linda e que fica cheia de movimento com gente indo de um lado para o outro. Também não deixe de visitar a Duomo da cidade, a qual pra mim foi com certeza a mais linda que vi na Toscana.

Castellini Chianti: a única possível razão para ir para essa cidade é porque além dela estar bem no coração da Toscana, ela possui um restaurante com uma estrela no Guia Michelin, chamado Albergaccio di Castellina. A comida obviamente era excelente, mas caso tenha que optar por somente um restaurante mais caro, fique com o do Castelo di Banfi.

Infelizmente, não consegui visitar todas as micro cidades da Toscana, então queria deixar uma menção honrosa para duas, as quais me parecem bem legais e interessantes, caso você tenha tempo: Montepulciano e San Geminiano (não deixe da visitar a Duomo da cidade, se for pra lá. Dizem que é linda!).

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: